Liberdade Criativa

O trabalho do Tristano Peluqueria é voltado para pessoas autênticas, que estão sempre em busca de novas inspirações. Gente como você, que busca realçar a sua própria beleza individualmente.

Você não quer ser outro alguém, você quer a melhor versão de você mesmo, naquele momento – a nossa melhor versão muda, assim como o nosso estado de espírito: estamos em constante transformação, sendo inspirados de maneiras variadas. Cada indivíduo tem o seu background, valores, referências e faz experimentações. E tudo isso vai modificando o nosso olhar e nos transforma, de dentro para fora.

02.cabeloscoloridos full.03.png

Somos vanguarda, e, ao mesmo tempo, nos mantemos abertos para todas as tribos, estilos e idades, para contar histórias de forma personalizada.

A criatividade na vida, no trabalho, no cabelo

Acreditamos que a criatividade está sempre presente no dia-a-dia de todos nós, em todas as áreas. A embroidery artist Flávia Itiberê conta como faz para se inspirar: “meu olhar se renova todos os dias e, por diversas vezes, uma mesma imagem me diz algo novo, principalmente quando olho para alguma coisa distraidamente. Por isso, considero importante que o ambiente onde eu trabalho emane uma atmosfera de inspiração.”
Mikaela Serur, designer e produtora de conteúdo, nos contou como estimula a criatividade no seu trabalho: “Busco sempre mais inspirações, porque acredito que é o combustível pra gente se encorajar a criar algo do zero e ter liberdade para se expressar da forma mais criativa possível.”    

Expressão individual x normas  

Hoje em dia, expressar individualidade já é bem mais aceito. Todavia, assim como caminhos diferentes pode causar um certo estranhamento, ter um cabelo colorido ou fazer um corte mais ousado também causa impacto.

Na pessoa que externalizou uma mudança, ao se permitirmos a ousadia de ser ela mesma, e nas pessoas ao redor.
Valorizar o seu jeito de ser e fazer pode bater de frente com a expectativa de outras pessoas. Existe uma norma vigente que padroniza todas as nossas escolhas. Vivemos presos a um modelo — de vida, de trabalho, de cabelos — que não serve para todos, e grande parte das pessoas ainda se conforma em viver assim.

Cristina Pagnoncelli, artista visual, fala sobre esta experiência:

Sinto que o cabelo é uma forma de me renovar, de me olhar com outros olhos, de perceber uma nova versão de mim. Já tive momentos de mudança que foram péssimos, não senti que o corte ou cor me representavam... Mas o tempo passa e o cabelo cresce. Apesar de achar que o cabelo não nos define, ele é um baita cartão de visita, não dá pra negar. Desde que comecei a experimentar outras cores, descobri várias coisas sobre mim, muito mais do que qualquer reação externa. Sinto que há alguns anos me importava muito com a opinião dos outros, hoje isso tem muito menos peso. Sinto que o que importa mais é eu me olhar no espelho e me amar. É perceber como eu posso ser eu mesma e muitas ao mesmo tempo”.

Fazer algo inovador, ousado, construir uma carreira não-linear requer coragem e pode ser um processo longo. Mesmo assim, há espaço para todo mundo ser, viver e trabalhar da forma que se sentir mais à vontade. Mikaela afirma que “é uma luta diária pra desconstruir as pessoas ao redor e mostrar que o padrão de carreira da sociedade é somente uma das possibilidades e não a única.

Nossa proposta

Longos, curtos, com barba ou sem, lisos, cacheados, cor natural, mechas ou cabelo colorido, não importa: você se conhece melhor do que ninguém, e o objetivo do Tristano é realçar a sua beleza natural única, que te faz se sentir bem.

Estamos aqui para te ajudar a encontrar o seu eu mais bonito e confiante, o seu eu mais divino (que você já é, não é? debaixo dessa cabeleira toda).

Desprenda-se dos estereótipos. Seja você mesmo!

Por Luisa de Abreu